---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Ata criação do município de Gravatal

Atualizado em 05/06/2018 às 09:13

ata
Créditos: leandro Baixar Imagem

Ata de Instalação do Município de Gravatal

(Transcrito do original)

Aos 29 dias do mês de dezembro do ano de 1961, às 10 horas, nesta cidade de Gravatal, no edifício onde funcionará a Prefeitura Municipal, onde se achava o MM. Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca de Tubarão, Dr. Waldir Pederneira Taulois, comigo Secretário designado para este ato e na presença dos Srs. Deputado Waldemar Salles, representantes de S. Excia., o Sr. Governador do Estado, o Prefeito Municipal de Tubarão, Sr. Diney Chaves Cabral, o Presidente do Diretório Municipal de Partido Social Democrático, em Tubarão, Sr. Idalino Fretta, o Sr. Sílvio Zappelini, Prefeito Provisório, nomeado pelo Exmo Sr. Governador do Estado, conforme publicação no Diário Oficial de 26 de dezembro do ano 1961. Em seguida pelo MM, Juiz foi dito que da atribuição que lhe confere o parágrafo 1º do art. 14 da Lei Orgânica dos Municípios, declara instalado o Município de Gravatal, criado pela Lei Oriunda do Poder Legislativo nº 802, de 20 de dezembro de 1961 e publicada no Diário Oficial de 22 do mesmo mês e ano e empossado o Prefeito nomeado Sr. Sílvio Zappelini. Na oportunidade foi cedida a palavra a quem dela quisesse fazer o uso o que foi feito por diversos oradores. Encerrada a sessão o MM. Juiz Presidente congratulou-se com os habitantes do novo município, desejando progresso e felicidade. Ainda se achavam presentes: o Dr. Ataliba Cabral Neves, 1º Promotor Público da Comarca de Tubarão; Dr Vitor Konder Reis, Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de Tubarão; Sr. José Vigulino dos Santos, Contador; Antônio João de Medeiros, Escrivão do Registro Civil do município; Jacinto Yung. Delegado da Polícia do município; Esaú de Oliveira Mendonça, Hercílio Zappelini, Estevão Grasso, Presidente do Diretório Municipal do Partido Social Democrático no município; Osvaldo Sá de Oliveira, Coletor Estadual do município; Antônio David Filet, representante do Prefeito de Armazém; Octacílio João de Sá, Manoel Júlio Pereira, Juiz de Paz do município, Deputado Adhemar Ghisi, representante da Assembleia Legislativa do Estado, Antônio Knabben, Presidente do Diretório Municipal da União Democrática Nacional do município; Ernesto Comelli, Comerciante; Antônio Esmeraldino, Comerciante; Álvaro José de Medeiros, Comerciante; Jair Frecia, Contador; Lírio Búrigo, Gerente da Caixa Econômica Federal, em Tubarão; Sílvio João de Oliveira, Intendente Distrital; Padre Isidorio Gislandi, Vigário de Armazém; Paulo May, Bacharelando de Direito; Círio Patrício Lima, Comerciante; Manoel Jeremias Fernandes, Comerciante; Manoel Martins de Souza, Paulo Santos da Silva, Escrivão Aposentado; Antônio Domingos de Assunção, 2º Juiz de Paz. E, como nada mais houvesse a tratar, mandou o MM. Juiz encerrar a presente Ata, que assina o prefeito Provisório do Município, as autoridades e demais pessoas a queiram assinar. Eu, Joaquim Cardoso Duarte, subscrevo e assino a presente Ata na qualidade de Vereador deste Município e secretário da Sessão.

Ass. Joaquim Cardoso Duarte

Waldir Pederneira Taulois

Waldemar Salles

Sílvio Zappelini

Ataliba Cabral Neves

Manoel Júlio Pereira

Raul Zalbot

Pe. Isidorio Gislandi

Dilney Chaves Cabral

e demais participantes da Sessão.

            Município de Gravatal, Comarca de Tubarão, aos vinte e nove de dezembro do ano de mil novecentos e sessenta e um, encerro esta Ata.

Ass. Joaquim Cardoso Duarte